Pinhais foi palco da realização da XV Conferência Estadual Espírita - CEE, no Expotrade, de 8 a 10 de março, tornando-se, novamente, um local de encontro da família espírita, de confraternização de corações amigos, de estudo, trabalho e reflexões.

O evento atraiu espíritas e simpatizantes de várias cidades do Estado e do Brasil. Foram oitenta e oito as caravanas identificadas, vindas de Alagoas, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e, naturalmente, do Estado do Paraná, representado por trinta e sete municípios.

Com o tema Amanhecer de uma Nova Era, os seis conferencistas convidados (Alberto Almeida, Divaldo Pereira Franco, Haroldo Dutra Dias, Sandra Borba Pereira, Sandra Della Pola e Suely Caldas Schubert) se revezaram para atender a pauta de conferências e seminários, nos três dias.

Ao todo foram nove seminários: Luzes do amanhecer e Ergue-te e anda, desenvolvidos por Sandra Della Pola; A regeneração do mundo e O Evangelho e o mundo, por Haroldo Dutra Dias; A nova era e o ser consciencial, por Suely Caldas Schubert; Revolucionando a própria alma e Encontrando sentido para viver, por Sandra Borba Pereira; A psicologia da gratidão, por Divaldo Pereira Franco; A autoestima nos novos tempos, por Alberto Almeida; e duas conferências: O amanhecer de uma Nova Era (Divaldo) e Para além da doença... o despertar (Alberto).

XV cee 2013

Para grata surpresa do conferencista Divaldo, antecedendo o seu seminário, a Federação Espírita do Paraná - FEP projetou entrevista de dezesseis minutos, realizada pela TV Globo, ao ensejo das comemorações dos 60 anos da Mansão do Caminho, que mostrou o complexo e abençoado trabalho, ao qual é direcionada a renda dos seus livros psicografados. Demorados foram os aplausos, reconhecendo todos o extenso labor desse homem que se dedica, desde a juventude, ao próximo, seu irmão.

Os excelentes conteúdos (treze horas de exposição doutrinária) foram gravados e rapidamente disponibilizados em CD e DVD, na Livraria da FEP.

A TVCEI, do Conselho Espírita Internacional transmitiu integralmente o evento, que foi assistido em nove países e dez Estados brasileiros, num total de 27.177 visitas. As transmissões da Rádio Fraternidade alcançaram trinta e dois países e duzentas e setenta cidades no Brasil.

Nos intervalos, várias foram as entrevistas concedidas pelos conferencistas, não somente à Rádio Fraternidade, mas também à imprensa leiga, como ao jornal A Voz do Paraná, de Cascavel.

A TV Globo, através de sua sucursal em Curitiba, RPC – Canal 12, esteve presente, fazendo várias tomadas e entrevistando Haroldo Dutra Dias. A reportagem foi ao ar no dia 9, sábado, no Jornal Hoje.

Em sua XV edição, a CEE superou as expectativas de público, constituindo-se recorde em todos os momentos. Calcula-se o comparecimento, nos três dias, de mais de trinta e cinco mil pessoas.

O Setor de Artes da FEP se fez presente na abertura, na sexta-feira e antecedendo a Conferência do sábado à noite, sob a regência de Doriane Rossi, apresentando o Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia, de Curitiba. O repertório contemplou músicas sacras, internacionais e nacionais, em bem diversificada seleção, com solos de Liane Guariente e Andrey Cechelero. Como músicos, atuaram Adriano Vargas (violino), Lucas Guedes Oliveira (violoncelo), Fábio Cardoso (piano) e Leonardo Cardoso (percussão).

coral xv cee 2013

Os aplausos foram efusivos, com o público todo em pé, sobretudo nas apresentações do Halleluyah, de Handel e Dawn of a new century, em que o coro foi acrescido dos integrantes do Coral do Centro Espírita Nosso Lar, de Londrina; Coral Céu Azul, de Rolândia (regência de Marinei Resende); Coral Paz e Luz, de Curitiba (regência de Luiz Rosin). Destaque para o solo das meninas Isabela e Luiza Santos de Castilho em Panis Angelicus, executado em ambos os dias.

Na solenidade de abertura, compuseram a mesa, além dos ilustres conferencistas, o presidente da FEP, Luiz Henrique da Silva; o 1º vice-presidente, Francisco Ferraz Batista; o assessor da Presidência, José Virgílio Góes; o vice-governador do Estado, Flávio Arns; o representante do prefeito Gustavo Fruet, de Curitiba, Pedro Geraldo; o deputado federal, André Vargas; a presidente da Associação de Divulgadores Espíritas, ADE-PR, Alessandra Baruffi; o secretário da Comissão Regional Sul da Federação Espírita Brasileira, representando o Presidente da Federação Espírita Brasileira – FEB, Ricardo Mesquita; o presidente da Federação Espírita Paraguaia, Milciades Lezcano; e os convidados Alessandro Viana Vieira de Paula, de Itapetininga/SP; Iris e Cláudio Sinoti, de Salvador/BA.

A presença de Raul Teixeira, especialmente convidado pela FEP, concedeu toque de especial emoção, considerando que, anteriormente ao seu AVC, ocorrido em novembro de 2011, todos os anos, era conferencista, ilustrando com sua palavra lúcida os eventos. Ao ser citado seu nome, o público se ergueu, aplaudindo demorada e entusiasticamente ao querido amigo. Com isso, diziam da sua gratidão, sua saudade, sua alegria em revê-lo. Prosseguiram as manifestações de carinho, de ternura, durante os autógrafos. Enquanto Raul, com a mão esquerda, apunha o autógrafo nos livros, as pessoas expressavam sua emotividade, sua amizade, em palavras como: Que bom revê-lo! Oramos por você! Amamos você! Saúde! Deus o abençoe! E os pedidos para posarem para fotos, ao seu lado, eram intermináveis. 

Como em anos anteriores, as três livrarias, dispostas no amplo espaço que antecedia o auditório, tiveram grande movimento em todos os dias: Livraria Leal, com obras de Divaldo Pereira Franco; Livraria Fráter, com obras de Raul Teixeira e a Livraria Mundo Espírita, da FEP, com seu leque de produtos, especialmente os CDs, DVDs, camisetas da Conferência.

Em destaque, a Edição Especial de O Evangelho segundo o Espiritismo, tendo sido vendidos dois mil exemplares.

Para as preces, neste ano, foram utilizados textos do Programa Radiofônico Momento Espírita: Prece da gratidão (sexta-feira) e Prece de retorno (sábado), na voz ao vivo, de Paulo Roberto de Oliveira, locutor do Programa há vinte e um anos que assumiu, ainda, o papel de mestre de cerimônias.

Na oportunidade, foi lançado o CD, volume 24, do Momento Espírita.

Para que tudo resultasse de forma exitosa, a funcionários e contratados da Federativa se juntaram quatrocentos voluntários das várias Casas Espíritas da Capital, Região Metropolitana e de algumas cidades do Interior, vestindo as camisetas amarelas, que bem os identificavam na Recepção, Segurança, Restaurante, Lanchonete, Camarim, Institucional, Informações, Achados e Perdidos, Autógrafos, Gravação em áudio e vídeo, Fotografia, Atendimento médico e Atendimento fraterno, todos elogiados pela alegria e disposição em trabalhar e servir, tantas e seguidas horas.

As mensagens impressas, distribuídas aos participantes, reproduziram os textos: Cabos e luzes em uma caixa, do livro Momento Espírita, volume 8; O mundo do Terceiro Milênio, faixa do CD Momento Espírita, de número vinte; e Prece de Francisco de Assis, extraído do livro do Espírito Manoel Philomeno de Miranda, O amanhecer de uma nova era, psicografado por Divaldo Pereira Franco e publicado pela Livraria Espírita Alvorada, de Salvador, Bahia.

Ao se finalizarem as atividades, com os agradecimentos aos conferencistas, convidados, fornecedores, colaboradores, funcionários e voluntários, anunciou-se a data da realização da XVI Conferência Estadual Espírita para os dias 14, 15 e 16 de março de 2014.

E o Espírito Bezerra de Menezes, como ocorrido em outras abençoadas oportunidades, serviu-se da mediunidade psicofônica de Divaldo para finalizar as suas reflexões a respeito da Nova Era, envolvendo a todos em aura emotiva e harmônica, exortando:
Estamos chamados para amar, amar até experimentar as lágrimas da compulsão no recesso do nosso ser. Filhos e filhas da alma, estais honrados com a mensagem que liberta. Fazei jus ao chamado do Senhor, que vela por nós.

Acusados, mas não acusadores. Perseguidos, mas não perseguidores. Incompreendidos, porém compreendendo o direito do nosso próximo, que faça de nós a biografia que lhe comprazer. A nós, porém, nos cabe amar.

Quando nosso amor tornar-se tão vigoroso que contamine as almas, mimetizando-as, Cristo reinará e estará na Terra estabelecido o Reino de Deus. Não postergueis a oportunidade da autoiluminação, o momento é agora, e o lugar é aqui.

Iniciai pois, se ainda não fizestes, o processo de autoiluminação. E, se estais iluminados, tornai-vos uma lâmpada na estrada de treva e dor onde gemem os desafortunados. E cantai as glórias do Senhor, repetindo como os mártires: Ave, Cristo! Aqueles que vão viver a vida eterna homenageiam-Te e saúdam-Te!

Muita paz, meus filhos. Com o carinho do servidor humílimo e paternal de sempre Bezerra.