Conduzida pelo mestre de cerimônias Paulo Roberto de Oliveira. A mesa diretora foi composta por Luiz Henrique da Silva, presidente da Federação Espírita do Paraná – FEP; Adriano Lino Greca, 1º vice-presidente; Danilo Arruda da Luz, 2º vice-presidente; José Virgílio Góes, assessor da Presidência; os conferencistas Alberto Almeida, Divaldo Pereira Franco e Haroldo Dutra Dias; os conferencistas que realizaram palestras pelo Interior do Estado e Capital, Alessandro Viana Vieira de Paula, Sandra Maria Borba Pereira, Suely Caldas Schubert, o convidado especial José Raul Teixeira e José Luiz Figueiredo Maciel Junior, gerente de vendas corporativo dos Correios.

Apresentação artística
Liane Guariente, solista e Fábio Cardoso, pianista.

Lançamento do Selo do Sesquicentenário/Conferência
Para marcar os cento e cinquenta anos de O Evangelho segundo o Espiritismo, o Ministério das Comunicações, por meio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, lançou o selo personalizado alusivo à data.

A peça filatélica traz a imagem do Evangelho aberto, de onde emanam raios de luz. Acima, os dizeres:O Evangelho segundo o Espiritismo, Luz Inapagável, 150 anos. Mais acima, XVI Conferência Estadual Espíritae, ao lado direito, 14 a 16 de março de 2014.

O representante dos Correios, Marlon Alexandre Zacarias, que conduziu a cerimônia de lançamento, informou que os selos circularão nas peças filatélicas e correspondências, propagando para o mundo essa importante data.

A primeira obliteração foi feita pelo Presidente da Federação Espírita do Paraná, Luiz Henrique da Silva, que assinou a peça filatélica, juntamente com o gerente de vendas corporativo dos Correios, José Luiz Figueiredo Maciel Junior A peça carimbada e assinada passará a fazer parte do acervo filatélico dos Correios no Paraná e servirá como fonte de pesquisas e registro deste acontecimento.

Em seu discurso, enfatizou José Luiz que o lançamento deste selo presta uma justa homenagem a uma obra que atualizou e deu um contexto novo aos ensinamentos religiosos no Ocidente. No entanto, mais do que se referir a um livro, o selo presta honras aos adeptos do Espiritismo do Brasil e do mundo. Lembramos de emissões que se sucederam desde 1957, com selos oficiais em louvor ao trabalho de grande impacto social e espiritual de figuras como Chico Xavier e Allan Kardec.

Os Correios já registraram também, nos anais da História filatélica, tópicos importantes da Doutrina Espírita como O Livro dos Médiuns, as comemorações da Codificação Doutrinária, o Centenário do Evangelho, a Doutrina da Reencarnação e a presença da Imprensa Espírita no Brasil.

Também no campo da marcofilia, o Espiritismo está presente. Foram mais de vinte e quatro carimbos comemorativos lançados nos últimos cinquenta anos. É possível, desta forma, recontar a história da Doutrina Espírita, por meio dos selos e dos carimbos emitidos pelos Correios.

Fica aqui, o convite aos senhores, para desenvolver este projeto que aliará a Doutrina Espírita definitivamente ao contexto desta manifestação artística que é o colecionismo de selos. Muito obrigado.

Transmissão
TVCEI, através de Regina Fátima Mercadante Freitas Pires e Marcelo Soares Uchôa, do Instituto de Cultura Espírita do Brasil. Rádio Web Fraternidade.

Cobertura fotográfica
Ari Almeida, de Curitiba, PR
Jorge Moehlecke, de Novo Hamburgo, RS
Paulo Moro, de Cianorte, PR

Imprensa credenciada
Sumaya Klaime Risso, de Cascavel, PR (reportagens para imprensa escrita)
Marcos Vieira e equipe da GMinas, de Guaxupé, MG (reportagens televisivas)

Homenagem a Divaldo Pereira Franco
Justa homenagem foi prestada a Divaldo, pelos seus sessenta anos ininterruptos de atividades no Estado do Paraná, com mensagem especial (previamente publicada no Jornal Mundo Espírita, de abril/2014), a entrega de uma placa e a execução em dueto pelas cantoras mirins Isabella Santos de Castilho e Luiza Santos de Castilho, acompanhadas ao piano por Fábio Cardoso, da música Edelweiss, uma das preferidas do conferencista.

Sob forte emoção, Divaldo recebeu a placa das mãos de Luiz Henrique, tanto quanto acompanhou as palavras que lhe foram dirigidas e os intensos aplausos de todo o público presente, calculado em torno de sete mil pessoas.

Placa
"Divaldo, a Federação Espírita do Paraná lhe tributa gratidão aos sessenta anos de atividades neste Estado. Você nos auxiliou a construir o Movimento Federativo Estadual. Paz e bênçãos. Federação Espírita do Paraná 1954 – 2014"

Prece de abertura
Prece de gratidão, faixa oito, do CD Momento Espírita v. 25 – Prece.

Apresentação do conferencista
De forma dinâmica, foi feita a apresentação de vídeo com fotos de variadas épocas e tarefas de Divaldo, pelo Estado e pelo mundo, enquanto a locução traçava o breve histórico de uma vida dedicada ao bem, ao próximo, à divulgação da Doutrina Espírita.

Conferência
O Evangelho segundo o Espiritismo – Divaldo Pereira Franco

Seminários nos dias 15 e 16:
Haroldo Dutra Dias: 
Organização do Livro e critério dos textos do Evangelho pelo Codificador, A interpretação dos textos dos Evangelhos por Allan Kardec
Alberto Almeida: O que te chama mais a atenção – A Manjedoura? Ou o Monte? Ou a Cruz?, E o quinto Evangelho?
Divaldo Pereira Franco: Vivendo com Jesus. A psicologia do Perdão

Conferência:
Alberto Almeida: 
Jesus: eis o Psicoterapeuta Integral da Terra
Coordenadores das atividades (Envolvendo os trabalhadores de todo o Estado, conselheiros, diretores de Área, coordenadores de Setor, além da própria Diretoria Executiva, coordenaram os seminários e palestras:

Adorinan Balbino Siqueira, presidente da 17ª URE, Palotina)
Antonio Carlos Ribas Sauerbier d´Andrade, presidente da URE Metropolitana Norte, Curitiba
César Kloss, conselheiro, Curitiba
Claudemir Desto, presidente da 10ª URE, Cascavel
Clayton Reis, delegado da Associação Brasileira dos Magistrados Espíritas/PR
Edemilson Luís Siqueira, presidente da 11ª URE, Campo Mourão
Edson Tristão, presidente da Associação Médico-Espírita/PR
Francisco Ferraz Batista, conselheiro, Curitiba
José Virgílio Góes, conselheiro, Curitiba
Júlio César Andrade, presidente da 13ª URE, Foz do Iguaçu
Lannes Boljevac Csucsuly, conselheiro, Maringá
Lucilene Rodrigues, presidente da 1ª URE, Matinhos
Luiz Cláudio Assis Pereira, presidente da 16ª URE, Londrina
Maria Aparecida Mendonça, Presidente da 6ª URE, Apucarana
Maria Helena Marcon, conselheira, Curitiba
Osvaldo Monteiro, conselheiro, Paranavaí
Sóstenes Carvalho Cornélio, conselheiro, Foz do Iguaçu
Vânia Maria de Souza, conselheira, Cascavel.

Mídias
Bem preparada equipe da FEP se dedicou à edição e produção das mídias, disponibilizando, na Livraria Mundo Espírita, no local da CEE, horas após a realização de cada seminário ou conferência, o DVD e CD correspondentes.

Livrarias e stands
Com voluntários ativos, sob supervisão de funcionários da FEP, a Livraria Mundo Espírita atendeu o grande público nos três dias da Conferência, ofertando as obras básicas da Codificação Espírita, livros mediúnicos, CDs, DVDs.

A Livraria da Fráter Livros Espíritas ofereceu obras impressas, mídias de áudio e vídeo de Raul Teixeira e autores outros, de sua distribuição.

A Livraria Leal, através da Equipe do Livro que acompanha Divaldo, habitualmente, se fez presente com oferta das obras mediúnicas do orador baiano, CDs e DVDs de suas palestras, seminários e workshops.

A Mansão do Caminho, com seu corpo de voluntários, montou stand com produtos artesanais variados, para venda em benefício daquela benemérita Instituição baiana.

O SER – Sócio-Organização de Espiritualidade e Religiosidade igualmente trouxe materiais impressos e em vídeo, produzidos por Haroldo Dutra Dias.

Lançamento
CD Momento Espírita v. 1 – Espanhol

Assinaturas do Jornal Mundo Espírita
Em intensa campanha por novos assinantes, com promoção especial, foram colhidas inúmeras, no stand institucional que distribuiu exemplares da edição de março a quem desejasse.

Caravanas
Alagoas: Maceió.
Bahia: Salvador.
Minas Gerais: Diamantina, Guaxupé, Nova Resende, Poços de Caldas.
Paraná: Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Curitiba, Faxinal, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Jandaia do Sul, Joaquim Távora, Lapa, Marechal Cândido Rondon, Maringá, Matinhos, Palotina, Paranaguá, Paranavaí, Peabiru, Pinhais, Piraquara, Ponta Grossa, Rolândia, Santa Fé, Santo Antônio da Platina, São Carlos do Ivaí, São José dos Pinhais, Umuarama, União da Vitória.
Rio de Janeiro: Niterói, Rio de Janeiro.
Rio Grande do Sul, Alegrete, Guaíba, Jaguari, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santo Ângelo.
Santa Catarina: Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Capinzal, Concórdia, Dionísio Cerqueira, Florianópolis, Itajaí, Itapeva, Joinville, Limeira, Mafra, Maravilha, Navegantes, Poço Claro, Rio do Sul, Rio Negrinho, São Bento do Sul, São Miguel do Oeste, Xanxerê.
São Paulo: Campinas, Mongaguá, Ourinhos, Pirapozinho, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Regente Feijó, Registro, Teodoro Sampaio.
Internacional: Polônia.

Clube Amigos da Conferência
Jorge Luiz Tavares, coordenador da atividade, em stand especial, colheu as doações espontâneas de pessoas e instituições, nesse intuito que move a FEP de prosseguir a ofertar ao público em geral, sem ônus, ou seja, sem a cobrança de parcela alguma, a Conferência, com toda a riqueza de seminários e palestras, durante três dias, anualmente.

Destaque-se o caso de uma senhora que se aproximou e entregou, envolto em um guardanapo de papel, o dinheiro, escusando-se por ser tão pouco, mas era o que tinha e se sentia feliz em oferecer. Ao se contar os valores entregues, a emoção dos trabalhadores foi enorme: tratava-se da quantia de três reais. De imediato, enquanto as lágrimas assomavam aos olhos, foi recordada a parábola evangélica doÓbolo da viúva. Ela, com certeza, dera tudo que tinha. E, embora não desejasse, levou o recibo assinado, com as melhores expressões da gratidão da equipe.

De internauta, colhemos a seguinte declaração: Gostaria de agradecer e elogiar a iniciativa da FEP que, nos dias 14 a 16.3.2014, realizou naquele Estado, a Conferência Estadual Espírita, com entrada franca. Isso mesmo, custo zero para todos, sem exceção. O mais legal é que essa Federativa criou em seu site o link CLUBE AMIGOS DA CONFERÊNCIA, utilizado para angariar recursos materiais de forma espontânea, relacionando as necessidades para a realização do evento. Parabéns pela bela iniciativa. Os Espíritas de baixa renda agradecem. Os bons exemplos devem ser analisados e seguidos por todos para que num futuro próximo possamos erradicar de uma vez por todas privilégios, sejam eles intencionais ou não. Abraço a todos e que Jesus ilumine os nossos propósitos. Ronaldo Fernandes/Ibitinga/SP.

Voluntários
Como tem ocorrido nas versões anteriores, expressivo foi o número de voluntários, de todas as idades, das várias Casas Espíritas da Capital e do Interior, sobressaindo-se muitos jovens, que se dedicaram nas tarefas da livraria, recepção, segurança, infraestrutura, atendimento espiritual, atendimento médico, lanchonete, restaurante, caixas, stand de achados e perdidos, institucional, bem assim na condução dos convidados ao Expotrade, hotéis, aeroporto.

A mensagem de Bezerra no encerramento da XVI CEE
Filhas e filhos da alma, abençoe-nos Jesus. A inapagável luz do Evangelho rompe a densa treva da ignorância no mundo, rico de Ciência e de Tecnologia e pobre de amor, apontando o rumo de segurança para a plenitude.

Nestes três dias, as vibrações entre as duas esferas, a de natureza física e a espiritual, fundiram-se para que o intercâmbio das Entidades venerandas se fizesse com facilidade e bênçãos enviadas pelo Senhor da Vida alcançassem o país das almas presentes.

Vivemos os momentos grandiloquentes da presença de Jesus na Terra, quando iniciou a Era da alegria e de paz. Indubitavelmente, estas são horas de aflições. Ouvimos vossas súplicas e o Senhor anota as solicitações do desespero e da agonia. É a grande transição planetária que se opera.

Legiões descem à Terra como aquelas que constituem o prefácio do Livro Luz, sob o comando do insigne Mestre da Paz, para que sejais consolados, tenhais as vossas dores lenidas e se não obnubile a vossa razão diante dos testemunhos inevitáveis.

Abençoados pela dor que desperta a consciência, avancemos juntos, construindo a era de harmonia que já se deve centralizar no ádito do coração, espalhando-se na direção de todo o planeta. As dores, filhas e filhos, são bênçãos que nos levam a reflexões profundas, dentre outras, a considerar a fragilidade orgânica e a fatalidade espiritual.

Não temais. Mesmo quando acicatados pelo sofrimento, perseguidos ou simplesmente desconsiderados, permanecei fiéis a Jesus, que nos oferece a via dolorosa como sendo o caminho de segurança para a cruz redentora, e nunca olvideis que para que houvesse a ressurreição gloriosa, foi necessária a morte infamante no madeiro da agonia que Ele transformou em asas luminíferas para a plenitude.

Ide e amai. Cantai sem temor o hino da lídima fraternidade e fazei que todos aqueles que se vos acerquem, ao se afastarem, levem um pouco do melhor que tenhais, que é o amor do Mestre.

Ninguém pode deter a marcha do progresso e a grande fatalidade é o Reino dos Céus instalando-se na Terra. Os Espíritos-espíritas que patrocinaram este evento, por nosso intermédio oferecem-vos a ternura, o afeto, o carinho, demonstrando, através das vibrações dulçurosas, que estão convosco construindo o Reino dos Céus.

Que o Senhor de bênçãos vos abençoe, filhas e filhos da alma. São os votos do servidor humílimo e paternal de sempre. Bezerra. Muita paz.

Psicofonia de Divaldo Pereira Franco, ao final da XVI CEE, em 16 de março de 2014.