Alessandro Viana Vieira de Paula abre o ciclo de Conferências da XXIII Conferência Estadual Espírita – Inter-Regionais

 em Notícias

Foi no dia 7 de março, 20h, sob a responsabilidade da Inter-Regional Oeste, formada pelas UREs 10ª (Gisele Carrozza de Souza Risso – Cascavel), 13ª (Mary Ângela Matté Dutra da Silva – Medianeira) e 17ª (Márcia Santos Menezes – Palotina).

Parabenizando a FEP pela boa inspiração do assunto Mediunidade, o sexto sentido, Alessandro referiu-se à obra homenageada, O livro dos médiuns, como livro extraordinário, o guia mais completo sobre mediunidade, o mais avançado estudo que existe da relação dos encarnados com o mundo espiritual.

Estudioso da Revista Espírita, objeto da série em três volumes, Um tesouro inestimável, relacionou os tantos artigos que dela constam, com respeito à mediunidade.

Lembrou que essa segunda obra do Pentateuco Espírita é um desdobramento da segunda parte de O livro dos espíritos, publicado quatro anos antes.

Como é próprio em suas explanações, Alessandro trouxe o suporte de outras obras para enriquecer sua fala, como Evolução em dois mundos (André Luiz/ Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira), Correnteza de luz (Camilo/Raul Teixeira), O Consolador (Emmanuel/Francisco Cândido Xavier), artigos da Revista Espírita e O livro dos Espíritos.

O conferencista enalteceu O livro dos médiuns como grande manancial de luz para a Humanidade, orientando para o estabelecimento de um intercâmbio lúcido com o mundo espiritual, para que, inspirados, sejamos pontes entre os dois lados da vida, um ponto de referência do bem, em todos os ambientes que frequentemos.

Encerra, desejando que a obra homenageada seja lida, estudada e evocada nas Casas Espíritas para que finalmente entendamos a mediunidade e sua proposta de colaboração em nossa evolução, colocando-nos a serviço do bem.

Sheila Domingues
Prints: Liliane Duran Lopes

Postagens Recentes
0